NOTA DE ESCLARECIMENTO

0
268

O município de Boca da Mata, através do Prefeito em exercício, Prefeito licenciado,
assim como a Secretária de Educação, LAMENTAM a greve deflagrada pelos
profissionais da Educação portempo indeterminado.
Desde 2013 essa gestão prima pela valorização dos servidores públicos. Na educação,
em especial, o magistério, o nosso foco foi sempre garantir direitos e valorização.
Salários rigorosamente em dia, cumprimento do piso salarial nacional, progressões em
nível de formação, triênios e quinquênios implantados, direito ao terço de horaatividade,
sala de aula com menor número de alunos, garantindo a qualidade e saúde
dos profissionais, formação continuada, sexto de férias e pagamento do décimo
terceiro salário no mês do aniversário do servidor.
Além disso, recentemente houve rateio de 6 milhões e 200 mil de reais entre os
Profissionais do magistério (60%) e R$ 1 milhão de reais para os demais
servidores (40%) que tange ao precatório do extinto FUNDEF.
Infelizmente o município, assim como o Brasil, passa por uma crise financeira
acentuada e,infelizmente, como menor elo da corrente, sofre bastante com a falta de
incremento de receita e, por isso, não é possível, neste momento, conceder reajuste
salarial, como a categoria pleiteia.
Financeiramente é impossível a concessão de reajuste aos profissionais da educação,
pois seria o mesmo que prometer e não cumprir, o limite de gasto com pessoal já
ultrapassa o permissivo legal, assim como a folha do FUNDEB representa um
investimento anual aproximadamente de 12 milhões de reais com Professores e com
os demais trabalhadores em educação temos um investimento anual
aproximadamente de 4 milhões de reais.
A greve, em verdade, prejudica severamente o alunado, pois haverá dificuldade em se
fechar o ano letivo, assim como atrasará todo o calendário, sem mencionar que muitos
alunos contam com a merenda para complementar a alimentação e muitos pais
necessitam do tempo do filho na escola para trabalhar.
Apesar de entender o anseio dos profissionais, o município tomará as medidas judiciais
cabíveis com vistas a resolver o impasse e, bem assim, informa que colocará falta em
todos àqueles que deixarem de prestar os serviços, descontando obviamente da
remuneração.
Encontramo-nos à disposição para maiores esclarecimentos que se façam necessários.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here